transparência

amparaí   |   cuidaí

O Amparaí e o Cuidaí são os dois projetos da Misturaí focados na promoção da assistência e da saúde a diferentes comunidades vulneráveis de Porto Alegre. 


O Amparaí é um projeto que tem por foco a distribuição de quentinhas, cestas básicas, agasalhos e cobertores a pessoas em situação de rua e a outras oito comunidades abaixo descritas. Liderado pelo voluntário Pedro Souza, ao final de 30 semanas, o Amparaí já entregou mais de 99.200 quentinhas a muitas pessoas que teriam dificuldades de obter alimentos durante a pandemia. Para tal, uma enorme equipe de mais de 200 voluntários ativos tem trabalhado de forma incansável tanto para produzir como para entregar as quentinhas. Todo o financiamento do projeto também vem de inúmeras doações de incontáveis colaboradores.


Já o Cuidaí é um projeto que se preocupa com esclarecimentos sobre a pandemia e com cuidados de saúde das pessoas que pertencem aos grupos vulneráveis por nós assistidos. Liderado pela voluntária Jéssica D’Ornellas, o Cuidaí realizou uma séria de ações ligadas a cuidados com a saúde física e mental dessas populações. Primeiramente, promoveu palestras com a médica Patrícia Stumpf e o gestor dos Médicos Sem Fronteiras Samuel Johann. Adicionalmente, oferece regularmente cuidados de saúde física supervisionados pela médica da família Anna Cláudia Dilda e pela enfermeira Luciana França.

 

Além disso, oferece cuidados de saúde mental supervisionados pela psicóloga e assistente social Jéssica Dornelas. Em constante diálogo com o Posto de Saúde Modelo, ajuda em mutirões de vacinação e no encaminhamento de pessoas doentes tanto ao Posto como ao Hospital de Clínicas e ao HPS.

Misturaí contra o desabastecimento
Prestação de contas Geral

Sou um parágrafo. Clique aqui para adicionar e editar seu próprio texto. É fácil.

Ainda que a OSC Misturaí exista há mais de dois anos, apenas em abril de 2019 ela teve seu estatuto registrado e conta bancária aberta. Entre abril e setembro, a OSC passou por um período de irrisórios gastos e arrecadações. Contudo, em setembro de 2019, foi lançada uma campanha de sócios pela plataforma Apoia.se.

Desde então, passamos a receber doações mensais de várias pessoas. Até o início da crise gerada pelo Coronavírus, em março, contávamos com um número aproximado de 70 sócios e nossa arrecadação girava em torno de R$ 3.000.

O número de sócios agora quase triplicou, assim como nossa arrecadação. Não temos segurança, todavia, que isso permanecerá após a crise, pois muito da ajuda que recebemos está destinada às ações que estamos fazendo nessa direção.

 100 mil quentinhas

Desde meados de março, quando começou a pandemia de Coronavírus e o voluntariado da Misturaí abraçou a causa de produzir as quentinhas para distribuição às pessoas em vulnerabilidade social de comunidades e as que vivem nas ruas, a média semanal é de 3.200. 

O número total de quentinhas já bateu os 99.200 na primeira semana de outubro, em breve chegará a 100 mil. 

TRANSPARÊNCIA - Os números, para doadores, voluntários e parceiros acompanharem os recursos e como são distribuídos esses recursos, podem ser encontrados nesse link: 

 

https://bit.ly/3mxq0Cy

Contamos com você!

Segueaí

  • Instagram

A tabela a seguir apresenta, com um nível maior de clareza, como se deram os gastos em cada um dos dias do projeto. Procuramos guardar as notas e temos quase todas elas em um arquivo digital. Infelizmente algumas poucas se perderam.

prestação de contas geral

Ainda que a OSC Misturaí exista há mais de dois anos, apenas em abril de 2019 ela teve seu estatuto registrado e conta bancária aberta. Entre abril e setembro, a OSC passou por um período de irrisórios gastos e arrecadações. Contudo, em setembro de 2019, foi lançada uma campanha de sócios pela plataforma Apoia.se.

Desde então, passamos a receber doações mensais de várias pessoas. Até o início da crise gerada pelo Coronavírus, em março, contávamos com um número aproximado de 70 sócios e nossa arrecadação girava em torno de R$ 3.000,00.

O número de sócios agora quase triplicou, assim como nossa arrecadação. Não temos segurança, todavia, que isso permanecerá após a crise, pois muito da ajuda que recebemos está destinada às ações que estamos fazendo nessa direção.

Na tabela a seguir, abrimos os gastos realizados pela Misturaí desde que iniciamos a rodar projetos permanentes. Cabe destacar que, antes de agosto de 2019, não tínhamos uma sede própria e nossas ações se restringiam à organização de atividades pontuais em diferentes localidades, em especial na Vila Planetário e no Morro da Cruz.

A tabela detalha nossos gastos, mas dois dados merecem explicação escrita.

Em primeiro lugar, pode-se perceber que não temos gasto com aluguel. Isso se dá em função do prédio onde se localiza a nossa sede ter recebido o investimento de R$ 30.000,00 de um doador para ser concluído. Isso fez com que recebêssemos uma carência de um ano e meio no pagamento do aluguel. O mesmo só começará a ser cobrado em 2021.

Além disso, ainda não temos funcionários com carteira assinada. Por ora, apenas pagamos uma ajuda de custo a vários voluntários que fazem o espaço funcionar. A partir do próximo mês, a ideia é contratar ao menos um funcionário fixo.

Entre em contato, questione, saiba mais        |        misturaipoa@gmail.com     |     © 2020 Misturaí